Gringo quer concorrer à majoritária em 2020

Secretário de Infraestrutura Urbana e vereador licenciado pretende ir a prefeito ou vice na eleição municipal

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
politica@diariodoiguacu.com.br

O secretário de Infraestrutura Urbana de Chapecó e vereador licenciado, Ivaldo Pizzinatto (PSD), o Gringo, segue firme na intenção de concorrer à majoritária na eleição municipal de 2020. Atualmente em seu terceiro mandato na Câmara Municipal, Gringo entende que é momento de ir a prefeito ou a vice. “Não vou impor nada, mas desejo estar na majoritária”.

Gringo diz que aguarda o cenário político e que já recebeu convites de outros partidos. “Não gostaria de sair do PSD, porém, se não tiver espaço, posso trocar. Em março [de 2020], com a janela para trocas, vou decidir”, comentou ao jornal Diário do Iguaçu. Embora não confirme, o secretário pode ir para o PP ou DEM, agremiações que esteve antes de ir para o PSD, em 2011.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Ocupado a função de secretário de Infraestrutura pela terceira vez, desta vez desde abril de 2017, Pizzinatto esteve anteriormente no cargo entre 2005 e 2007 e entre 2011 e 2012. “A Secretaria tem mais de 500 funcionários e atende os 230 mil moradores de Chapecó. É um trabalho árduo, mas buscamos atender a todos e resolver os problemas da comunidade”, diz.

Pizzinatto também foi presidente da antiga Fundação de Meio Ambiente, entre 2007 e 2008, secretário de Assistência Social entre 2014 e 2015 e superintendente da região Efapi em 2015 e 2016. Além disso, foi eleito vereador nas eleições de 2008, 2012 e 2016. “Pelas passagens pelo Executivo acredito que estou preparado para ir à majoritária na próxima eleição”, comenta.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

Após participar das eleições de 2000 e 2004 e ficar como suplente, Gringo foi eleito em 2008 com 2.617 votos; e reeleito em 2012, com 2.793 votos, e em 2016, com 3.112 votos. “Seria mais cômodo concorrer novamente a vereador, entretanto, quero contribuir ainda mais com Chapecó, por isso, coloco meu nome à disposição para ir a prefeito ou a vice”, finaliza Gringo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Ex-secretário da Saúde nega ter autorizado pagamento antecipado na compra dos respiradores
Polícia apreende drogas, dinheiro e rádios comunicadores em operação em Chapecó
À CPI, Borba nega qualquer participação na compra dos respiradores
Servidora diz que Zeferino definiu Veigamed como fornecedora dos respiradores
CCJ acata projeto que regulamenta educação domiciliar em SC
Amandio Junior: Conciliador no governo Carlos Moisés
Bancada do Oeste debate situação da região com empresários
Prefeitos catarinenses voltam a defender a unificação das eleições no Brasil
Ex-prefeito de Caxambu do Sul é condenado pela prática de “rachadinha”
Homem é baleado no bairro Efapi