Hospital de Xanxerê abre quatro novos leitos de UTI nesta terça

Para que a abertura dos novos leitos de UTI Covid-19 fosse possível, foi necessário a interdição temporária de 8 leitos que atendiam pacientes privados e convênios

- Publicidade -
 

O Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, passa a contar a partir de amanhã com 14 leitos de UTI Covid-19, ampliando em 4 leitos a sua capacidade de atendimento no setor. Desde junho a instituição busca pela contratação de profissionais para ampliar o atendimento aos pacientes infectados pelo novo coronavírus e encontra dificuldades em completar a equipe multiprofissional. Mesmo assim, esforços foram empenhados numa reorganização interna que possibilitou a abertura parcial dos leitos.

Conforme o diretor administrativo do HRSP, Fábio Lunkes, para que a abertura dos novos leitos de UTI Covid-19 fosse possível, foi necessário a interdição temporária de 8 leitos que atendiam pacientes privados e convênios.

“Mesmo diante de todas as dificuldades para a contratação de profissionais e a falta de medicamentos indispensáveis para os pacientes de UTI, fizemos uma reorganização interna, fechamos outros leitos e remanejamos a equipe de profissionais para o atendimento na UTI Covid-19. A partir de amanhã já estaremos disponibilizando esses novos leitos. Sabemos que a decisão irá sobrecarregar outros setores do hospital, mas era a única alternativa viável neste momento”, explica.

Um dos setores que passará a atender com capacidade reduzida é a Urgência e Emergência para casos gerais. “Precisamos fechar uma unidade de observação do setor reduzindo em quase 60% a nossa capacidade de atendimento. Agora precisamos contar com a colaboração da comunidade, especialmente a população de outros municípios, para que procurem a nossa Emergência somente em casos que não podem ser resolvidos em Unidades de Saúde, Pronto Atendimentos ou Hospitais de suas cidades”, reforça o diretor técnico do HRSP, Dr. Mário Augusto Marques.

“Foi uma decisão tomada pensando no nosso compromisso com o atendimento aos usuários do SUS. É importante destacarmos que recebemos os respiradores e monitores do Estado para a instalação desses leitos, mas todos os demais equipamentos e custos são suportados pelo nosso hospital”, complementa Lunkes.
 
Outros seis leitos

Ainda não há uma previsão de quando os outros seis leitos serão implantados em razão de que as dificuldades persistem na aquisição de medicamentos que são indispensáveis aos pacientes em cuidados intensivos e, também, na contratação de profissionais qualificados para o trabalho em UTI.  Para que todos os 10 leitos estejam funcionando o hospital necessita de aproximadamente 50 pessoas, porém mais de 80% das vagas ainda não foram preenchidas.

O HRSP ainda dispõe de vagas de médico (a), enfermeiro (a) assistencial, enfermeiro (a) trainee e técnico (a) em enfermagem. Currículos podem ser enviados para o e-mail trabalheconosco@hrsp.com.br. Mais informações sobre as vagas podem ser fornecidas no telefone (49) 3441-7777.

A direção estima que o aumento na oferta de vagas na área da saúde na região tem influenciado. Além dos hospitais que ampliaram sua capacidade de atendimento diante da pandemia, secretarias municipais de saúde também enfrentam afastamentos de seus servidores, o que faz a oferta subir. 
 
Redistribuição de pacientes
O HRSP encaminhou um documento ao Governo do Estado nesta segunda-feira (13) pedindo a redistribuição igualitária de pacientes da Covid-19 entre os três hospitais regionais que atuam no Oeste. “Esperamos que o Governo do Estado faça uma distribuição mais igualitária dos pacientes, pois em outros dois hospitais da região não há a ocupação máxima dos leitos destinados ao tratamento da Covid-19. Distribuindo de maneira igualitária os pacientes não sobrecarrega nenhuma das instituições”, argumenta Lunkes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Lar cria estrutura para idosos abraçarem a família em Pinhalzinho
25ª morte por coronavírus é confirmada em Chapecó
Medidas de distanciamento social ampliadas em 8 regiões de SC por sete 7 dias
Número de mortes por coronavírus em Chapecó aumentou 118% em um mês
Chapecó registra 24ª morte por coronavírus
Governo abre crédito de R$ 1,9 bilhão para produção e compra de vacina contra o coronavírus
Justiça determina que governo de SC assuma protagonismo no combate ao coronavírus
Hospital das Clínicas de Campinas começa testes de vacina contra covid
Santa Catarina registra mais 51 mortes por coronavírus
Medicamentos para intubação são distribuídos para hospitais de SC