Igreja entra com ação de R$ 1 bilhão contra o Porta dos Fundos e Netflix

O especial de Natal ‘Se beber, Não Ceie’, exibido em dezembro de 2018, satiriza a última ceia de Jesus com os apóstolos

- Publicidade -
 

O grupo humorístico Porta dos Fundos e a Netflix foi processado pela Igreja Pentecostal Brasa Viva. O grupo religioso ajuizou ação na qual pede o pagamento de uma indenização de 1 bilhão de reais por danos morais pelo especial de natal de 2018, que faz um sátira com a passagem bíblica da “Última Ceia”.

Anselmo Ferreira de Melo da Costa, advogado que está à frente da ação, contou o porquê eles acham que deviam processar o grupo e a gigante do streaming. “o novo especial de Natal é infame e satiriza símbolos sagrados do cristianismo, incluindo a pessoa divina do próprio Jesus Cristo. Por isso, a igreja pede, entre outras coisas, o pagamento por danos morais no valor de R$ 1 bilhão que serão revertidos totalmente para obras de caridade em instituições sérias” contou.

::. Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Motivações

Segundo o consultor e advogado, Dr. Anselmo Melo, o objetivo da igreja não é o enriquecimento, mas sim transformar a situação em algo verdadeiramente benéfico para a sociedade: “o valor da indenização não irá para a igreja e sim para todas instituições filantrópicas do Brasil, objetivando tornar uma sociedade com mais respeito e dignidade. A igreja entende que o Porta dos Fundos e a Netflix estão prestando um desserviço para a sociedade, e que por isso a compensação indenizatória é justificável”.

Opinião de Porchat

Quando o especial foi ao ar e alvo de críticas, até abaixo-assinado surgiu para que o programa fosse retirado do ar. E o ator e apresentador Fábio Porchat, declarou sua opinião sobre as críticas em suas redes sociais. Porchat defendeu que as pessoas deveriam focar em outros problemas do País. “Gente, pode deixar que eu me resolvo com Deus, tá de boas, não precisa se preocupar não. Agora pode voltar a se indignar com a desigualdade que destrói nosso País. Mas tem que se indignar com o mesmo fervor, tá?”, disse.

 

 

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Certíssimo. For mantida a multa, vão ter que fechar todas as portas, inclusive a dos fundos. E haja fölego e recursos pra pagar a dívida. Bem feito.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Tribunal de Justiça mantém atendimento durante o carnaval em SC
Grupo é condenado a 78 anos de prisão e multa de R$335 mil por tráfico em SMO
PM de Concórdia recebe 22 câmeras de videomonitoramento
Base da Polícia Militar no bairro Efapi pode ser fechada
Problema em linha de transmissão deixa parte de Chapecó sem luz
Cãozinho é resgatado após ficar várias horas dentro de rio em Xanxerê
Servidor tem bens bloqueados por usar carro da Celesc para uso particular em Chapecó
TJSC abre concurso para preenchimento de vagas de servidores
Vítimas de feminicídio não buscam ajuda por não confiar em sistema, diz pesquisa
Chuva deve chegar nesta terça-feira (18) no Oeste