Marquinhos Santos tenta vencer a primeira partida na Arena Condá pela Chapecoense

Aproveitamento do treinador em casa é de apenas 13,33%

- Publicidade -
 

Uma das missões de Marquinhos Santos era resgatar a força da Chapecoense em casa. Ainda não conseguiu. Contratado no dia 16 de setembro como última esperança para evitar o rebaixamento, o treinador de 40 anos continua sem vencer na Arena Condá.

Neste domingo (10), Marquinhos Santos terá mais uma oportunidade de triunfar pela primeira vez na condição de mandante. O clube do Oeste catarinense receberá o Grêmio, às 19h, pela 32ª rodada da Série A do futebol brasileiro. Mesmo ganhando, o time verde-branco continuará em situação delicada na tabela de classificação.

A Chape está na penúltima colocação com 22 pontos, a 12 do primeiro fora do Z4, o Cruzeiro, faltando 21 a serem disputados (sete rodadas). A equipe fará dois jogos consecutivos em Chapecó – depois do Tricolor gaúcho, enfrentará o Ceará, no dia 17 –, uma sequência para ao menos tentar impedir que o descenso seja sacramentado em seu reduto.

Se perder para Grêmio e Ceará, o Verdão poderá ser rebaixado, matematicamente, na próxima rodada, a 33ª rodada de um total de 38. A consolidação da queda no fim de semana que vem também dependerá de uma combinação de resultados. Para os sites de probabilidades esportivas, o risco de cair para a Série B é de 99%.

Comparação

Com Marquinhos Santos, a Chapecoense mais perdeu que empatou na Arena Condá. São três derrotas e dois empates, aproveitamento de 13,33%, desempenho inferior em relação aos outros dois treinadores que comandaram o time no Brasileirão 2019. O percentual de Emerson Cris na Arena é de 33,33%, enquanto Ney Franco tem 27,77%.

Marquinhos Santos também aparece na “lanterna” se contabilizadas todas as partidas. Em 12 compromissos, marcou 22,22% dos pontos que disputou, contra 25% de Emerson Cris (8 jogos) e 24,24% de Ney Franco (11 jogos).

Por outro lado, Marquinhos possui o melhor rendimento como visitante no Verdão. Ele tem 28,57%, Ney Franco, 20%, e Emerson Cris, 16,66%. O aproveitamento geral da Chape no Brasileirão é de 23,65%.

 

CAMPANHA DE MARQUINHOS SANTOS NA ARENA CONDÁ

Derrota: 0x1 Corinthians

Derrota 0x1 Flamengo

Empate: 1x1 Cruzeiro

Empate 2x2 Goiás

Derrota: 0x3 São Paulo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Site esportivo da Itália sobre o momento da Chapecoense: falência e rebaixamento
Em reformulação fora de campo, Chapecoense começa a anunciar novos dirigentes após renúncias
Revelação da base, Hiago é o único zagueiro da Chapecoense em condição de jogo
Chapecoense pode ser rebaixada, matematicamente, na próxima rodada do Brasileirão
Chape paga salário dos funcionários com renda do último jogo. Atletas ainda esperam
Chapecoense perde para o Grêmio e fica a um passo da Série B
Chapecoense tem a volta de Camilo para enfrentar o Grêmio na Arena Condá pelo Brasileirão
Marquinhos Santos tenta vencer a primeira partida na Arena Condá pela Chapecoense
Jogadores da Chape se reúnem para mostrar insatisfação por atrasos de pagamento
Vice de futebol da Chapecoense, Cleimar Spessatto vai renunciar após o Brasileirão