Medalhista olímpica, ex-goleira da seleção brasileira visita futebol feminino da Chapecoense

Maravilha vem a Chapecó conhecer o projeto da modalidade na cidade

- Publicidade -
 

As novas comissões técnicas das seleções brasileiras femininas sub-17 e sub-20 farão uma visita ao departamento de futebol feminino da Chapecoense. O encontro está marcado para esta terça-feira (10).

O Verdão tem um dos melhores projetos de base do País na modalidade, trabalho que é desenvolvido em parceria com a Associação Desportiva Escolar Lourdes Lago (Adell), de Chapecó. O clube do Oeste catarinense foi o que mais cedeu atletas ao Brasil no último Mundial Sub-17 – cinco no total. Mas, durante o período de preparação e amistosos, a agremiação verde-branca chegou a ter nove jogadoras convocadas.

O objetivo da vinda de representantes de seleções brasileiras de base é estreitar relações com a Chape. A responsável por vir a Chapecó será a preparadora de goleiras Marlisa Wahlbrink, que é chamada de Maravilha por ser da cidade de mesmo nome no Extremo Oeste de Santa Catarina.

Medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia, em 2014, Maravilha ssistiu à fase semifinal do Brasileiro Feminino Sub-18, em Porto Alegre (RS), e agora vai observar mais de perto o projeto da Chapecoense/Adell. O foco é mapear atletas entre 14 a 16 anos para as próximas convocações.

Roteiro

O roteiro de Maravilha começa pela manhã, às 9h, no campo do bairro Santo Antônio, para acompanhar um treinamento. Às 13h30, ela visitará a Chapecoense e, às 15h, a escola Lourdes Lago, no bairro Bela Vista.

As novas comissões das seleções brasileiras femininas são formadas por Jonas Urias e pela auxiliar-técnica Jessica Lima, na sub-20, e, na sub-17, por Simone Jatobá, auxiliada por Lindsay Camila e pela preparadora de goleiras Maravilha.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Umberto Louzer sobre a vitória da Chape: Os atletas entenderam, compraram a ideia
Vôlei feminino de Chapecó terá mudanças na equipe para buscar a primeira vitória
Chapecoense vence Boavista, avança na Copa do Brasil e garante prêmio de R$ 1,3 milhão
Contra embalado Boavista, Chape defende tradição de sempre avançar na 1ª fase da Copa do Brasil
Ezequiel se considera experiente e diz que pode ajudar muito os jovens da Chapecoense
Chapecoense oficializa interesse em contratar o atacante Moisés, do Concórdia
Primeiro compromisso de Umberto Louzer vale prêmio de R$ 1,3 milhão para a Chape
Demitido, técnico Hemerson Maria agradece oportunidade de trabalhar na Chapecoense
Novo técnico da Chapecoense, Umberto Louzer tem aproveitamento superior a 50%
Umberto Louzer é o novo técnico da Chapecoense