Moisés participa de reunião com Bolsonaro sobre auxílio a estados e municípios

Presidente se comprometeu em sancionar projeto que prevê um auxílio de R$ 60 bilhões

- Publicidade -
 

O governador Carlos Moisés (PSL) participou de uma videoconferência com os presidentes da República, Jair Bolsonaro, da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), e demais governadores na manhã desta quinta-feira (21). No encontro, que contou também com a participação de ministros de Estado, o presidente se comprometeu a sancionar o mais rapidamente possível o projeto de lei que prevê um auxílio de R$ 60 bilhões a estados e municípios.

A ajuda deverá ser paga em quatro parcelas. Caso o projeto seja sancionado, Santa Catarina deve receber aproximadamente R$ 2,2 bilhões, somando o valor de Estados (R$ 1,3 bilhão) e municípios (R$ 881 milhões).  Ao fim do encontro, Carlos Moisés reforçou o pedido dos governadores para que o projeto seja sancionado de forma breve e que a primeira parcela seja disponibilizada ainda no mês de maio.

“Essa interação visou mostrar ao presidente da República a necessidade urgente da sanção do projeto de lei de ajuda aos Estados e municípios. Por isso, pedimos ao presidente a sanção imediata para que esses recursos possam estar disponíveis aos estados e municípios ainda neste em maio. Precisamos honrar nossos compromissos, ainda mais agora com o combate à covid-19. São os estados e municípios que entregam ações de saúde”, pontuou Moisés.

Ainda segundo o governador, a reunião, que durou cerca de uma hora, foi bastante objetiva e teve um caráter de união de forças, o que ele considera fundamental no momento vivido pelo Brasil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Processo licitatório do novo Contorno Viário de Chapecó já está homologado
Vereador de Chapecó pede retorno das atividades turísticas em Santa Catarina
Chapecó acata recomendação e anula estabilidade de servidor com irregularidades em estágio probatório
Empresário afirma à CPI dos Respiradores que queria apenas ajudar Santa Catarina
Atual secretário da Saúde nega participação na compra dos respiradores
Deputados estaduais cobram socorro para o setor leiteiro
TSE decide que convenções partidárias poderão ser realizadas por meio virtual
Comissão Especial de Gestão de Águas realiza sua primeira reunião em Chapecó
Ex-secretário da Saúde nega ter autorizado pagamento antecipado na compra dos respiradores
Polícia apreende drogas, dinheiro e rádios comunicadores em operação em Chapecó