MP pede arquivamento de caso de acusado de matar homem em Concórdia

Caso aconteceu em 2018 no bairro das Nações. Acusado é policial militar da reserva

- Publicidade -
 

O Ministério Público, representado pelo promotor Luis Otávio Tonial, pediu o arquivamento do processo em que estava sendo apurado um homicídio ocorrido no ano de 2018 no Bairro das Nações, em Concórdia. O caso envolveu um policial militar da reserva, que teria efetuado um disparo contra a vítima.

::. Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Conforme a Rádio Belos FM, no entendimento do representante do Ministério Público, o policial teria agido em legítima defesa. A tese está detalhada em 12 páginas que foram anexadas ao processo. Na época, constatou-se que Tiago Menezes da Silveira teria ido até a residência do policial para cobrar uma dívida do filho do policial.

Houve um desentendimento sendo que o policial efetuou o disparo. Tiago até tentou correr, mas acabou caindo em via pública. Ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital São Francisco, mas não resistiu aos ferimentos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é preso por porte ilegal e disparo de arma de fogo no interior de Chapecó
Caminhão sai da pista e cai em ribanceira em Xaxim
Unochapecó recebe Prêmio Inovação Catarinense
Confira o que abre o que fecha durante o Carnaval em Chapecó
Começando uma nova história
Saiba como fica o funcionamento nos bancos neste Carnaval
Cordilheira Alta vedará contratação direta de empresas de parentes de agentes públicos
Mãe moradora de Concórdia é multada por negligenciar estudo do filho
Convênio entre Polícia Civil e Cis-Amosc fortalece atuação aeromédica na região Oeste
Novo quartel dos Bombeiros de Chapecó será inaugurado nesta sexta-feira (21)