MP pede arquivamento de caso de acusado de matar homem em Concórdia

Caso aconteceu em 2018 no bairro das Nações. Acusado é policial militar da reserva

- Publicidade -
 

O Ministério Público, representado pelo promotor Luis Otávio Tonial, pediu o arquivamento do processo em que estava sendo apurado um homicídio ocorrido no ano de 2018 no Bairro das Nações, em Concórdia. O caso envolveu um policial militar da reserva, que teria efetuado um disparo contra a vítima.

::. Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Conforme a Rádio Belos FM, no entendimento do representante do Ministério Público, o policial teria agido em legítima defesa. A tese está detalhada em 12 páginas que foram anexadas ao processo. Na época, constatou-se que Tiago Menezes da Silveira teria ido até a residência do policial para cobrar uma dívida do filho do policial.

Houve um desentendimento sendo que o policial efetuou o disparo. Tiago até tentou correr, mas acabou caindo em via pública. Ele foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital São Francisco, mas não resistiu aos ferimentos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Cuidado com a postura no home office
SC confirma segunda morte por febre amarela
PM monitora filas em bancos de Chapecó
Casan e prefeitura fazem limpeza para aumentar capacidade do Lajeado São José
Hospital de São Miguel do Oeste será referência no atendimento a pacientes com Covid-19
SC lança boletim que monitora abastecimento de água
Atropelado em São Carlos tem transferência de urgência para Chapecó
Caminhão sem freio invade casa em Chapecó
Kits de proteção são distribuídos para caminhoneiros na Leopoldo Sander
Justiça regulamenta funcionamento de cartórios e tabelionatos em SC