Nova ala no Hospital Regional do Oeste será entregue nesta sexta-feira (21)

Cerimônia contará com a presença do governador Carlos Moisés. Ocupação do prédio será feita de forma gradual

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
politica@diariodoiguacu.com.br

Denominada como Dr. Valmor Lunardi, a nova ala do Hospital Regional do Oeste (HRO) será entregue nesta sexta-feira (21), em cerimônia com a presença do governador Carlos Moisés (PSL), às 9h30. A ativação e ocupação do espaço será realizada de forma gradual. Agora, serão entregues o sétimo e oitavo andares – áreas de internações e ambulatórios oncológicos e de quimioterapia. Com isso, o setor de oncologia no prédio velho será transferido para nova área.

No sétimo andar estão 49 leitos para internação de pacientes com câncer, e no oitavo são 12 leitos para internação de curta duração e mais 31 poltronas para tratamento ambulatorial, quando a pessoa precisa realizar o tratamento e é liberada após o processo. Ao todo, a nova ala terá 156 leitos, sendo que o HRO passará dos atuais 319 para 475 leitos, além de um novo centro cirúrgico, ampliando das atuais seis para 13 salas cirúrgicas no complexo hospitalar.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Isso permitirá que das atuais 1,2 mil cirurgias mensais, o número passe para 2,5 mil cirurgias por mês. Com isso, a expectativa da direção do HRO é que quando estiver em funcionamento pleno seja zerara a fila de espera pelas cirurgias e dobrada a capacidade de atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Hoje, são 16 leitos de UTI e outros 10 leitos improvisados. O novo prédio terá 20 leitos de UTI geral, 10 de UTI pediátrica e sete para setor de coronária.

Sobre a liberação da nova ala, o 6º Batalhão de Bombeiro Militar (BBM) de Chapecó já emitiu uma nota. “Uma solução técnica foi encontrada para regularização da pendência existente junto ao Corpo de Bombeiros Militar. Um prazo para adequação foi estabelecido e a edificação será liberada sem comprometimento de sua funcionalidade. Destacamos que liberação até a resolução completa da pendência não implica em risco para usuários ou funcionários do HRO”.

Longo caminho até a abertura

A construção da nova ala do HRO iniciou ainda em 2013, através do Pacto por Santa Catarina, com previsão de entrega para 2015, porém, o prédio foi entregue somente em 2017. Desde então, ficou fechada por falta de alvará e equipamentos. A Secretaria de Estado da Saúde disse que foram investidos R$ 60 milhões na construção e compra de equipamentos e de mobiliário. Quando em pleno funcionamento, a nova ala vai ampliar em 60% a capacidade total do HRO.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

O novo prédio tem nove andares e 11.885 m². O primeiro piso será o almoxarifado e o Serviço de Prontuário de Paciente (Same); o segundo está reservado às universidades; o terceiro andar será ocupado pela farmácia e laboratórios; o quarto piso será o do centro cirúrgico; no quinto será implantada a UTI; no sexto a unidade vascular; no sétimo será a oncologia; no oitavo será a quimioterapia; o nono andar é galeria técnica; e na cobertura foi construído um heliporto.

O HRO atende hoje 25 especialidades e é referência no atendimento de alta complexidade em todo grande Oeste – nas áreas de oncologia, neurologia e ortopedia – em área com população de 1,3 milhão de pessoas. Na média complexidade – Pronto Socorro e UTI – atende 27 cidades do Oeste e uma população de quase 325 mil pessoas. Com 337 médicos e 1.032 funcionários hoje, a nova ala do HRO demandará à direção contratar cerca de 300 novos colaboradores.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Alesc, TJSC, MPSC e TCE anunciam medidas para reduzir custos durante pandemia
Projeto de Lei prevê redução de salários de agentes políticos em Chapecó
Oito dos 21 vereadores de Chapecó trocam de partido durante janela
Moção pede redução de salários e de verba de gabinete na Alesc
Auri Casalli assume presidência do PSB em Chapecó
Fórum discute estratégia para minimizar impactos do coronavírus
Janela para troca de partido encerra nesta sexta-feira (3)
Deputados estaduais aprovam projetos sobre recursos do Badesc
Vereadores de Chapecó pedem medidas emergenciais para falta de água
Marcio Sander se filia ao PSDB e é pré-candidato a prefeito