Pacientes do Hospital Regional de SMO participam de grupo de apoio

Nesta terça-feira (16) seis pessoas que finalizaram o tratamento de quimioterapia se reuniram para comemorar o fim desta etapa e dar apoio aos outros pacientes

- Publicidade -
 

Uma vez por mês é dia de Onco +Vida no Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, de São Miguel do Oeste. Nesta terça-feira (16) profissionais, pacientes, familiares e convidados participaram de mais uma reunião do grupo. 

>> Últimas notícias <<

O objetivo é dar apoio e trazer atividades diferenciadas para os pacientes. Além de uma palestra, os participantes acompanharam o toque do sino de seis pacientes que finalizaram o tratamento de quimioterapia.

Neste encontro, os pacientes e familiares ouviram o relato da pastora Alessandra Volpi Couto, que passou por tratamento contra o câncer recentemente. A equipe multidisciplinar também estava à disposição dos participantes para tirar dúvidas.

Fim do tratamento 

Francisca Philipsen, de 74 anos, recebeu a alta ainda em maio e conseguiu participar do encontro desta terça-feira (16) para tocar o sino que representa o fim desta etapa do tratamento contra a doença. 

A moradora de Maravilha foi a segunda paciente a iniciar a infusão no setor de quimioterapia do Hospital Regional que completa um ano em agosto. “Fomos sempre tão bem recebidos aqui. Eu precisava vir tocar o sino. Ele representa muito nesta batalha contra a doença”, afirma Francisca, que realizou quimioterapia contra um câncer de cólon.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Mulher e bebê ficam gravemente feridos após capotamento em Pinhalzinho
Engavetamento deixa duas pessoas feridas em Xaxim
Adolescente de 15 anos se queima em incêndio em Belmonte
Veículo sai da pista e bate em bomba de reabastecimento em Itapiranga
Família procura por idoso desaparecido em Chapecó
McDonald's inaugura nova unidade neste sábado no centro de Chapecó
Prefeitura de Chapecó e Unoesc formam nova turma da UMIC
Governador anuncia a entrega de equipamentos em Chapecó
Sicredi de Chapecó promove Natal Solidário
Mulher sofre queimaduras em 75% do corpo após descarga elétrica em Chapecó