Polícia Civil conclui inquérito e indicia três pessoas por tráfico em Chapecó

Durante buscas realizadas em Chapecó e em Cordilheira Alta, no mês de setembro, mais de 30kg de drogas foram apreendidas

- Publicidade -
 

Três pessoas foram indiciadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A investigação foi realizada pela Divisão de Investigação Criminal (DICFron) da Polícia Civil de Chapecó e o inquérito finalizado nesta quinta-feira (13).


A investigação resultou na apreensão de cerca de 30kg de maconha prensada e skunk durante diligências em uma chácara na cidade de Cordilheira Alta em setembro de 2019. A droga foi encontrada escondida dentro de um tonel metálico atrás de um canil, sob a guarda de um cão da raça Rottweiller. Esta foi uma das maiores apreensões de drogas feitas em Cordilheira Alta. Diligências também foram feitas em Chapecó.


De acordo com a Polícia Civil, a investigação apontou que além do casal que morava na chácara, havia outro envolvido no esquema, que seria o responsável intelectual e líder do grupo, que fazia o transporte de grandes quantidades de maconha e também no desmanche de veículos.


Os três foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. No dia da apreensão da droga, o casal não foi encontrado, mas eles foram identificados e interrogados dias depois pela polícia. Já o terceiro suspeito – e líder – segue desaparecido.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Polícia prende homem que estuprou vizinha de oito anos em Chapecó
Maconha, cocaína e R$ 17 mil são apreendidos em Chapecó
Comércio de galinhas vira caso de polícia em Dionísio Cerqueira
Três são presos por repassar notas falsas em Xanxerê
Polícia prende suspeito que invadiu casa e estuprou adolescente em Chapecó
PRF flagra duas carretas com excesso de altura em Concórdia
Homem morre esmagado em acidente de trabalho em Videira
Mais infrações de trânsito, apreensões de armas e drogas em SC, aponta relatório da PRF
Casal é preso dentro de motel por tráfico de drogas
Golpe dos leilões é alvo de alerta do TJSC