Polícia indicia corretor de imóveis em Chapecó

Ele tentava vender imóvel não registrado no Registro de Imóveis

- Publicidade -
 

A 1ª Delegacia de Polícia de Fronteira de Chapecó concluiu inquérito que apurava crime ligado a parcelamento/loteamento irregular de solo praticado por um corretor de imóveis de Chapecó, no bairro Seminário.

Segundo as investigações ele teria dado publicidade por meio de anúncios na internet e jornais de circulação com a intenção de intermediar venda de imóvel. Entretanto, a divulgação violou a lei porque o loteamento não estava registrado no Registro de Imóveis competente.

::. Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

A Polícia Civil alerta que o simples anúncio ou até promessa de venda de lote em loteamento ou desmembramento não registrado no Registro de Imóveis configura crime contra a Administração Pública com pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

A recomendação para quem atua no ramo imobiliário é que apenas veicule ofertas, anúncios, realize contratos de imóveis que estejam registrados regularmente perante o cartório. O inquérito foi remetido ao Poder Judiciário para providências.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

WhatsApp apresenta instabilidade nesta terça-feira (14)
Comarca de Itapiranga registra nova tentativa do golpe do falso juiz
Ministério mantém recomendação para extinguir horário de verão
Live solidária em prol da pequena Amanda arrecada R$ 50.448 mil
Acidente deixa uma pessoa gravemente ferida em Chapecó
Pinturas dão cores e vida ao elevado da BRF
Idosa com traumatismo craniano é transferida para Chapecó pelo Sara/SaerFron
Trânsito no Contorno Viário Oeste terá mudanças até a sexta (17) em Chapecó
Carro que foi levado em assalto é recuperado pela Polícia Militar em Chapecó
Mercado é arrombado em Caxambu do Sul