Polícia prende casal em casa umbandista por tráfico de drogas em Chapecó

No ano passado a polícia já havia prendido os envolvidos. Ao voltar ao local, perceberam que nomes dos policiais estavam no “pombal”.

- Publicidade -
 

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Chapecó realizou na tarde e noite desta quarta-feira (1º) uma operação policial com objetivo de acabar com um ponto de venda de drogas no bairro Palmital.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Moura, a ação foi realizada após três semanas de investigações intensas, durante as quais foi possível flagrar a movimentação de diversos usuários de drogas no local. Na casa dos investigados foram encontradas drogas dos tipos crack e maconha, bem como apetrechos para o tráfico de drogas e dinheiro que viria do tráfico.

O casal, um homem de aproximadamente 40 anos e uma mulher de aproximadamente 30 anos, já havia sido preso em flagrante no mesmo local pela equipe da DIC no ano passado. Soltos após algum tempo para responderem ao processo em liberdade, voltaram a vender drogas.

Uso de crianças

Segundo o delegado, o que chamou a atenção no caso o emprego de diversas crianças pequenas e adolescentes (filhos do casal) para a prática do tráfico de drogas, inclusive um bebê ainda usando fraldas, que agia como “olheiro” durante as vendas.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região

Durante as buscas na residência, a equipe policial encontrou um “pombal” (altar típico da religião umbandista, da qual a mulher presa alega ser praticante), com vários bilhetes contendo os nomes de diversas pessoas, sendo que em ao menos três constavam os nomes dos policiais civis responsáveis pela prisão do casal no ano anterior.

Não se sabe qual o objetivo dos bilhetes encontrados, mas é possível que os policiais civis estivessem sendo alvos de rituais religiosos. A Polícia Civil reforça que a ação não teve nada a ver com a religião referida ou suas práticas e que respeita a todas as crenças indistintamente.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Litígio é resolvido via Whatsapp em Dionísio Cerqueira
Em maio, SC registrou o maior número de incêndios florestais dos últimos quatros anos
Justiça determina reintegração de 40 indígenas demitidos pela Seara Alimentos
Polícia cumpre mandados e apreende armas no Meio-Oeste
Fábio Henrique Machado assume o comando do 2ºBPM de Chapecó
Seis pessoas são indiciadas por fraude em vistoria veicular em Chapecó
Carro e metade de casa são incendiados em Chapecó
Adolescente é apreendido com veículo furtado em Chapecó
Após ser solto, homem procura ex-mulher e é preso novamente em Chapecó
Polícia Civil elucida furtos em Pinhalzinho realizados pelo mesmo homem