Presidente Bolsonaro testa positivo para covid-19

Presidente afirmou que seguirá os protocolos de isolamento e despachará da residência oficial

- Publicidade -
 

O presidente Jair Bolsonaro, que realizou exame de coronavírus na segunda-feira (6), após ter tido febre e sentir dores no corpo, informou que seu teste deu positivo para a doença nesta terça-feira (7), em entrevista coletiva transmitida pelo seu perfil no Facebook. Bolsonaro fez outros três testes desde março deste ano. No fim da segunda, ele foi até o Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF), para realizar exames médicos após apresentar alguns sintomas da doença.

Na manhã de terça-feira, o resultado apresentou positivo para covid-19. Na entrevista, Bolsonaro relatou uma boa evolução no seu quadro de saúde após o início da medicação. Ele fez uso da hidroxicloroquina e também da azitromicina. “O fato de eu ter sido contaminado mostra que eu sou um ser humano, como outro qualquer”. Perguntado sobre sua reação com o resultado, afirmou que reagiu com naturalidade. “Segue a vida, agradeço a Deus pela minha vida”, disse.

Ele comentou ainda que a primeira-dama, Michele Bolsonaro, também se submeteu ao teste de coronavírus e aguarda resultado. O presidente afirmou também que seguirá os protocolos de isolamento e que despachará os assuntos de sua residência, por meio de videoconferências. Bolsonaro cancelou as agendas previstas para a Bahia e Minas Gerais nesta semana. Embora os compromissos da próxima semana ainda não tenham sido cancelados, isso deve se confirmar.

O resultado do teste saiu por volta das 11h de terça-feira e foi descrito que Bolsonaro está bem. “O resultado do teste de covid-19 feito pelo presidente Jair Bolsonaro na noite dessa segunda-feira (6) e disponibilizado na manhã de hoje (7), apresentou diagnóstico positivo. O presidente mantém bom estado de saúde e está, nesse momento, no Palácio da Alvorada”, diz a nota da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) divulgada na tarde desta terça-feira.

‘Atividades no País devem ser retomadas’

Bolsonaro disse que imagina que já tivesse contraído a doença, sem manifestar sintomas, “em vista da minha atividade muito dinâmica perante a população”. O presidente compareceu nos últimos meses em manifestações de apoio a seu governo, andou pelo comércio em Brasília e cumprimentou apoiadores. “Tendo em vista esse meu contato bastante intenso, até achava que tivesse contraído e não percebido, como a maioria da população contrai e não percebe”.

O presidente voltou a defender que apenas os idosos e pessoas com comorbidades devem se submeter ao isolamento social. Para ele, as atividades no País devem ser retomadas. “A vida continua, o Brasil precisa produzir, você tem que colocar a economia para rodar. A vida, eu sei que ninguém recupera, porém, a economia não funcionando leva a outras causas de mortes e óbitos no Brasil”, complementou Bolsonaro, citando os problemas como depressão e suicídios.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Lar cria estrutura para idosos abraçarem a família em Pinhalzinho
25ª morte por coronavírus é confirmada em Chapecó
Medidas de distanciamento social ampliadas em 8 regiões de SC por sete 7 dias
Número de mortes por coronavírus em Chapecó aumentou 118% em um mês
Chapecó registra 24ª morte por coronavírus
Governo abre crédito de R$ 1,9 bilhão para produção e compra de vacina contra o coronavírus
Justiça determina que governo de SC assuma protagonismo no combate ao coronavírus
Hospital das Clínicas de Campinas começa testes de vacina contra covid
Santa Catarina registra mais 51 mortes por coronavírus
Medicamentos para intubação são distribuídos para hospitais de SC