Presidente da Chapecoense e o Figueirense se manifestam sobre gesto imitando avião caindo

Torcedores do Figueira foram flagrados na Arena Condá

No jogo da tarde deste domingo (14) na Arena Condá, torcedores do Figueirense foram flagrados fazendo imitando um avião caindo, em referência à tragédia aérea da Chapecoense em novembro de 2016 na Colômbia. Vídeos mostrando os gestos foram postados nas redes sociais.

A repercussão foi imediata. À noite, o Figueira publicou em seu site uma nota de repúdio. Pouco depois, o presidente da Chape, Plínio David De Nes Filho, pronunciou-se sobre o ocorrido. Confira na íntegra as manifestações:

NOTA OFICIAL FIGUEIRENSE

O Figueirense Futebol Clube repudia o ato desrespeitoso promovido, após a semifinal deste domingo (14), por dois indivíduos presentes no setor de visitantes da Arena Condá, em Chapecó (SC). A tragédia com a Chapecoense deve ser tratada com o devido zelo.

O clube ratifica, portanto, que atitudes como essa são isoladas e não representam, em nada, o reconhecido padrão da gigante torcida do Furacão.

Dentro da esfera administrativa, os participantes, após a identificação, serão banidos do quadro social, caso sejam membros, e também de qualquer ação e local vinculados ao Alvinegro.

MANIFESTAÇÃO PRESIDENTE DA CHAPE

Gostaríamos de afirmar que o fato é isolado, mas a verdade é que ele tem se repetido em inúmeras ocasiões, de maneira extremamente infeliz e cruel: Nesta tarde, na Arena Condá, a torcida do Figueirense protagonizou um ato inaceitável. Após a partida entre Chapecoense e Figueirense, os torcedores da equipe da capital fizeram gestos que imitavam aviões caindo. Uma atitude que vai além de qualquer rivalidade e que não fere apenas ao clube, mas principalmente aos familiares das vítimas e a todos que, de alguma forma, sofreram com a perda de tantas pessoas queridas. 

O sentimento é de incredulidade - pois é inadmissível que um fato tão triste seja utilizado como “arma de provocação” - e, acima de tudo, de repulsa. Esperamos que as atitude cabíveis sejam tomadas e torcemos para que a insensibilidade e o desrespeito não façam mais parte de um espetáculo tão bonito como o do futebol.

[removed][removed]


Conforme mencionou Maninho De Nes, não foi a primeira vez que torcedores adversários zombam do desastre em jogos contra a Chape. Em 2017, no estádio Heriberto Hülse, uma pequena parte da torcida do Criciúma cantou "ão, ão, ão, abastece o avião", em partida do Campeonato Catarinense.

Em 2018, um torcedor do Nacional, do Uruguai, foi flagrado fazendo "aviãozinho" na arquibancada, durante duelo da Copa Libertadores da América, em Chapecó. O clube uruguaio foi multado em US$ 80 mil (cerca de R$ 310 mil na cotação atual).


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Desinchando! Chapecoense reduz o grupo de jogadores para o segundo semestre
Tragédia da Chape: Senado irá convocar autoridades da Bolívia e da Colômbia para audiência
Confira as datas e os horários dos próximos jogos da Chape: nenhum no domingo à tarde
Comissão do Senado debate situação das famílias das vítimas do acidente com a Chapecoense
Chapecoense empata com Metropolitano, mas mantém liderança no Catarinense Sub-20
Executivo da Chape, Drummond pede atenção ao penúltimo passe na volta aos treinos
Ney Franco aposta no trabalho da parada para a Chapecoense reagir no Brasileirão
Insatisfeito com a campanha no Brasileirão, presidente da Chape fala em limpar o ambiente
Chape empata com o Flu e vai para a pausa da Copa América no Z4 do Brasileirão
Suspensão preventiva revogada! João Ricardo pode voltar a jogar pela Chapecoense