Presidente da Chapecoense e o Figueirense se manifestam sobre gesto imitando avião caindo

Torcedores do Figueira foram flagrados na Arena Condá

- Publicidade -
 

No jogo da tarde deste domingo (14) na Arena Condá, torcedores do Figueirense foram flagrados fazendo imitando um avião caindo, em referência à tragédia aérea da Chapecoense em novembro de 2016 na Colômbia. Vídeos mostrando os gestos foram postados nas redes sociais.

A repercussão foi imediata. À noite, o Figueira publicou em seu site uma nota de repúdio. Pouco depois, o presidente da Chape, Plínio David De Nes Filho, pronunciou-se sobre o ocorrido. Confira na íntegra as manifestações:

NOTA OFICIAL FIGUEIRENSE

O Figueirense Futebol Clube repudia o ato desrespeitoso promovido, após a semifinal deste domingo (14), por dois indivíduos presentes no setor de visitantes da Arena Condá, em Chapecó (SC). A tragédia com a Chapecoense deve ser tratada com o devido zelo.

O clube ratifica, portanto, que atitudes como essa são isoladas e não representam, em nada, o reconhecido padrão da gigante torcida do Furacão.

Dentro da esfera administrativa, os participantes, após a identificação, serão banidos do quadro social, caso sejam membros, e também de qualquer ação e local vinculados ao Alvinegro.

MANIFESTAÇÃO PRESIDENTE DA CHAPE

Gostaríamos de afirmar que o fato é isolado, mas a verdade é que ele tem se repetido em inúmeras ocasiões, de maneira extremamente infeliz e cruel: Nesta tarde, na Arena Condá, a torcida do Figueirense protagonizou um ato inaceitável. Após a partida entre Chapecoense e Figueirense, os torcedores da equipe da capital fizeram gestos que imitavam aviões caindo. Uma atitude que vai além de qualquer rivalidade e que não fere apenas ao clube, mas principalmente aos familiares das vítimas e a todos que, de alguma forma, sofreram com a perda de tantas pessoas queridas. 

O sentimento é de incredulidade - pois é inadmissível que um fato tão triste seja utilizado como “arma de provocação” - e, acima de tudo, de repulsa. Esperamos que as atitude cabíveis sejam tomadas e torcemos para que a insensibilidade e o desrespeito não façam mais parte de um espetáculo tão bonito como o do futebol.

[removed][removed]


Conforme mencionou Maninho De Nes, não foi a primeira vez que torcedores adversários zombam do desastre em jogos contra a Chape. Em 2017, no estádio Heriberto Hülse, uma pequena parte da torcida do Criciúma cantou "ão, ão, ão, abastece o avião", em partida do Campeonato Catarinense.

Em 2018, um torcedor do Nacional, do Uruguai, foi flagrado fazendo "aviãozinho" na arquibancada, durante duelo da Copa Libertadores da América, em Chapecó. O clube uruguaio foi multado em US$ 80 mil (cerca de R$ 310 mil na cotação atual).


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Processo da Chapecoense: Confira o que dizem os acusados
Instalada CPI sobre situação de familiares das vítimas da tragédia aérea da Chapecoense
Chapecoense confirma renovação de patrocínio com a Aurora Alimentos
Comissão técnica formada! Chape anuncia profissionais que vêm com Hemerson Maria
Destaques do esporte de Chapecó em 2019 recebem o troféu Cleberson Silva
Copa Verde e Branca reúne 1,2 mil atletas das escolinhas da Chapecoense
Grupo é acusado de má aplicação de dinheiro público do esporte amador de Chapecó
Na despedida da Série A, Chapecoense empata no fim do jogo
Com desfalques e auxiliar no comando, Chape enfrenta Vasco pela última rodada do Brasileirão
Chapecoense se despede da Série A no maior templo do futebol brasileiro, o Maracanã