Preso preventivamente suspeito de crimes contra a administração pública em Sul Brasil

Cumprimento do mandado de prisão e de dois mandados de busca e apreensão fez parte de investigação da promotoria de Justiça da Comarca de Modelo

- Publicidade -
 

Foram cumpridos no município de Sul Brasil, na manhã desta quarta-feira (11), um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão, deferidos pela Justiça a pedido da Promotoria de Justiça da Comarca de Modelo. O objetivo do Ministério Público é apurar crimes contra a administração pública praticado supostamente por um servidor público.

::: Participe do nosso grupo de WhatsApp :::

Os mandados foram requeridos à Vara Criminal da Comarca de Modelo, após o promotor apurar indícios da prática dos crimes de peculato, inserção de dados falsos em sistema de informação e falsificação de documento público pelo servidor. Além dos mandados, a Justiça também determinou o sequestro de R$ 100 mil em ativos financeiros do investigado.

::: Acompanhe as últimas notícias de Chapecó e região :::

A apuração da Promotoria de Justiça contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), força-tarefa composta pelo Ministério Público de Santa Catarina, Polícias Militar, Civil, Rodoviária Federal e Secretaria Estadual da Fazenda. Não foram repassadas mais informações sobre o caso para não prejudicar a investigação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Congresso de Prefeitos inicia nesta terça-feira (24)
PL confirma Elio Cella como pré-candidato em Chapecó
PSDB realiza seminário de preparação para candidaturas de 2020
Ministro promete liberação de R$ 89 milhões para rodovias catarinenses
Docentes da UFFS podem deflagrar greve
Consuni avaliará pedido de destituição do reitor da UFFS
Mesa redonda reúne presidentes de órgãos governamentais de SC
Repasses federais destinados a SC na área da saúde poderão cair 40% em 2020
Defesa Civil interdita sede da Funai em Chapecó
Projeto que altera Fundo Eleitoral é aprovado na Câmara