Prevenção, orientação e cuidado com a saúde do homem

Série de reportagens sobre a saúde do homem começa com as ações preventivas promovidas pela Associação de Diabéticos e Hipertensos de Chapecó. Entidade que faz campanha no Novembro Azul destaca a importância do diagnóstico precoce para qualidade de vida de pacientes e familiares

- Publicidade -
 

Carolina Dias
carol@diariodoiguacu.com.br

Chegamos ao mês em que se concentram as ações preventivas com a saúde do homem. Para reforçar a importância do cuidado sempre a Associação de Diabéticos e Hipertensos de Chapecó (ADHI), que foi criada há 29 anos, atua com foco na prevenção da diabetes e hipertensão, doenças graves, crônicas e que não têm cura.

A associação fica em um espaço no centro de Chapecó, anexo ao Terminal Urbano. No local estão o escritório e o Espaço Saúde – que oferece academia de ginástica, fisioterapia e pilates, atendimento com médico clínico geral em uma parceria com município e um ortopedista voluntário, grupo de nutrição alimentar e de psicologia para orientar as pessoas que é preciso ter hábitos de vida saudáveis. Também possui uma equipe de profissionais multidisciplinares para atender e orientar os associados, dependentes e comunidade. Para oferecer esses serviços a ADHI conta com um grande número de profissionais parceiros que fazem um preço especial para atender os pacientes.

Segundo dados da associação, são atendidos diariamente cerca de 40 pacientes entre as atividades físicas e consultas. Além disso, a ADHI oferece todos os dias o teste de glicemia, a verificação da pressão arterial, as orientações necessárias em relação as doenças. “Disponibilizamos para toda a comunidade orientações diversas sobre a gravidade das doenças, causas e consequências, testes de HGT (glicemia) e pressão arterial gratuitamente, além de realizar em empresas palestras e orientações com os testes durante a Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat) gratuitamente”, explica a coordenadora-geral da ADHI, Lenir Matte.

As ações e cuidados ocorrem o ano todo, mas é em novembro que se concentram com o foco nos homens e terão seu ponto forte dia 23 deste mês com o Novembro Azul. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), são cerca de 466 milhões de diabéticos no mundo, 21 milhões no Brasil e cerca de 25 mil pacientes em Chapecó, sendo ainda que muitas pessoas são portadoras das doenças e desconhecem sua condição por ambas as doenças serem extremamente silenciosas.

Em Chapecó, segundo dados da ADHI, existem 25 mil diabéticos e hipertensos, entre homens e mulheres. Mas além dessas doenças, o câncer de próstata e de mama masculino entram no foco da campanha do Novembro Azul. Lenir explica que o Novembro Azul foi criado pela Fundação Internacional do Diabetes e, em 2015, o Ministério da Saúde oficializou o Novembro Azul como o mês de prevenção à saúde do homem no Brasil.

Em 2009, a Associação de Diabéticos e Hipertensos de Chapecó realizou a primeira edição do evento na cidade e desde então realiza todos os anos – sempre em parceria do poder público, empresas, escolas, universidades e demais parceiros.

“Foi um projeto e ideia nossos com o objetivo de divulgar o diabetes e a hipertensão, quais os cuidados, a prevenção, os riscos. Começamos muito pequenos, sempre com parceria, e a partir de 2013 começamos a trazer para o Novembro Azul a questão com os cuidados com a saúde do homem, que trata diabetes, hipertensão, câncer de próstata, câncer de mama masculino, que é muito mais agressivo que o feminino”, reforça a coordenadora.

A associação promove em 2019 a 10ª edição do evento, das 7h às 17h, com ações diversas e focadas na saúde. Durante o dia todo serão realizados diversos testes e serviços preventivos em frente ao Terminal Urbano, na sede da ADHI, com a participação de parceiros. Durante o Novembro Azul, Lenir conta terá a participação de cerca de 50 voluntários.

“Vamos fazer teste de acuidade visual, verificação da glicemia, verificação da pressão arterial, também estaremos com o pessoal do Cedup com massoterapia, pessoal das feridas crônicas que estará orientando sobre cuidados com os pés, pois os diabéticos têm pouca circulação nas extremidades, equipe da clínica de medicina hiperbárica, equipe de odontologia, de enfermagem especializada no câncer de próstata e mama masculino, um cardiologista e um ortopedista”, salienta Lenir.


Orientações gerais de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde também estará no local ofertando orientações gerais de saúde, abordando temáticas como câncer de próstata, diabetes, hipertensão arterial, cuidados odontológicos, lesões de pele, além de oferta de testes rápidos por profissionais do Serviço Especializado em HIV/AIDS e verificação de glicemia e pressão arterial por profissionais de enfermagem. Também serão entregues panfletos informativos sobre a associação, o Espaço Saúde, diabetes e a hipertensão, câncer de próstata e mama masculino. “Além disso, teremos uma tenda especial com atendimento de uma equipe especializada para realização dos testes de HIV, sífilis e hepatites, fazemos o teste rápido em um espaço reservado com o resultado na hora. E todo o material explicativo referente a cada doença. O pessoal do Mesa Brasil também participará fazendo uma demonstração da importância de manter uma alimentação saudável e da quantidade de sal que deve ser consumido”, reforça Lenir.

Conheça e associe-se na ADHI

Rua Clevelândia, no Terminal Urbano, em Chapecó

Telefone: (49) 3323-8902.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Aparência e saúde
Câncer de mama é coisa de homem, sim
“Nunca na minha vida imaginei que o que eu tinha era um câncer de mama”
“O importante é não deixar se abalar, ter fé, confiar e cumprir as orientações”
Oito principais dúvidas sobre o Câncer de Próstata
Ary Fiorini venceu o câncer de próstata graças aos exames preventivos, fé e apoio da família
Um olhar diferenciado para a saúde do homem
Medidas importantes para desenvolver hábitos saudáveis
Prevenção, orientação e cuidado com a saúde do homem
Diariamente 42 homens morrem de câncer de próstata no Brasil