PRF divulga balanço do primeiro semestre de 2020

Balanço mostrou que, apesar da pandemia, houve aumento na fiscalização e apreensões de ilícitos

- Publicidade -
 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fechou nesta segunda-feira (6) hoje o balanço do primeiro semestre de 2020. Apesar da pandemia, os números mostram que os policiais rodoviários federais se empenharam em prestar um serviço de qualidade e eficiência.

Os dados comparam o primeiro semestre de 2020, 2019 e 2018. O número de autos de infração registrados neste ano foi bem maior que o dos últimos dois anos, inclusive os autos de alcoolemia e cinto de segurança. O número de armas de fogo apreendidas, crack, maconha e skunk foram bem superiores aos dos anos anteriores, bem como o número de pessoas presas.

Números de ocorrências

Autos de infração

2020: 103.452

2019: 90.761

2018: 82.576

Alcoolemia

2020: 3.360

2019: 2.997

2018: 1.945

Sem cinto

2020: 13.184

2019: 10.413

2018: 10.054

Ultrapassagem

2020: 7.272

2019: 7.370

2018: 6.303

Apreensão cigarros/pacotes

2020: 398.321

2019: 351.774

2018: 1.139.980

Armas de fogo

2020: 35

2019: 22

2018: 18

Cocaína

2020: 200 kg

2019: 325

2018: 147

Crack

2020: 131 kg

2019: 0,1

2018: 165

Maconha

2020: 12,8 toneladas

2019: 7,7

2018: 3,2

Skunk

2020: 83 kg

2019: 0

2018: 0

Pessoas detidas

2020: 1.208

2019: 983

2018: 1.035

Veículos recuperados

2020: 145

2019: 129

2018: 175

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Operação Big Brother Condá prende um dos maiores traficantes da região em Chapecó
Homem suspeito de matar companheira em Xaxim é preso
Condenado por estupro de vulnerável é preso em Chapecó
PM prende suspeitos de furto e recupera objetos em Chapecó
Polícia apreende R$ 10 mil em mercadorias contrabandeadas em Palma Sola
PM flagra grupo que invadiu quadra esportiva para jogar em São Miguel do Oeste
Homem com liberdade provisória é preso após furtar moto em Chapecó
Homem invade casa com facão para cobrar dívida e leva TV em Chapecó
Três são presos pela Polícia Civil em operação em Cunha Porã
Estelionatários que aplicaram golpes no Paraná são presos em Chapecó