PRF flagra crianças fora da cadeirinha, motoristas embriagados e ocupantes sem cinto em SC

Operação Rodovida foi realizada durante o fim de semana nas estradas federais do Estado

- Publicidade -
 

Durante a Operação Rodovida da Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada em todo o Brasil, a ação de fiscalização foi intensa de uso de cinto de segurança e transporte regular de crianças neste fim de semana.

De acordo com a PRF, em Santa Catarina 315 motoristas e passageiros foram flagrados sem cinto de segurança e 44 crianças sendo transportadas de forma irregular. A cadeirinha e os demais dispositivos de retenção continuam obrigatórios e são fundamentais para preservar a vida em caso de acidente.

Para não esquecer

As crianças menores de 10 anos devem sentar sempre no banco traseiro, com cinto de segurança e, dependendo da idade, utilizar o bebê conforto (0 a 1 ano), cadeirinha (1 a 4 anos) ou o assento de elevação (4 a 7,5 anos).

Motoristas embriagados

Além disso, outros 103 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool e 79 motoristas foram autuados (multados) por realizarem ultrapassagem em local proibido. No total, foram lavrados 1.422 autos de infração no final de semana.

Acidentes e mortes

A PRF também registrou 82 acidentes com um saldo de 103 feridos e 9 mortes no final de semana. O acidente mais grave ocorreu no domingo à tarde, na BR 470, em Ponte Alta, quando 4 pessoas morreram em uma batida de frente entre um Siena e um caminhão.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Homem é preso após furtar mercado em Chapecó
PRF flagra 237 motoristas ultrapassando em local proibido em SC
Motorista bate em garagem, foge e deixa placa para trás em São Miguel do Oeste
Suspeito de estuprar filha de oito anos é investigado em Chapecó
Homem ameaça pais e é preso em Xaxim
PM recupera carro roubado em Chapecó
Maconha, cocaína e crack são apreendidas no São Pedro
Mulher viaja de táxi e não paga corrida em Chapecó
Casa e dois carros são destruídos em incêndio em Xaxim
Jovem é autuada por dirigir sem CNH e embriagada em Chapecó