Primeiro compromisso de Umberto Louzer vale prêmio de R$ 1,3 milhão para a Chape

Treinador estreia contra o Boavista (RJ) pela Copa do Brasil. Ele não conta com Yann Rolim e Vinícius Freitas, que tiveram seus rescindidos

- Publicidade -
 

O primeiro compromisso de Umberto Louzer no comando técnico da Chapecoense é justamente o principal jogo da equipe do Oeste catarinense até o momento na temporada. O treinador vai estrear nesta quarta-feira (19), às 19h15, contra o Boavista, em Saquarema (RJ), pela Copa do Brasil. A classificação à segunda fase do torneio nacional vale R$ 1,3 milhão para os cofres verde-brancos.

Apresentado oficialmente na tarde desta segunda (17), na sala de imprensa da Arena Condá, Umberto já deu uma prévia da escalação para o duelo na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro, no treino da manhã. Antes de ir para o gramado, o profissional, de 39 anos, que desembarcou em Chapecó no início da madrugada, foi apresentado ao grupo de jogadores pelo presidente Paulo Magro, o vice de futebol Mano Dal Piva e o gerente Michel Gazola no vestiário do CT da Água Amarela.

No campo que fica mais distante dos olhares de imprensa e torcida, Umberto conversou com o grupo de atletas. Depois, no campo mais próximo à grade, indicou a escalação para a estreia no torneio nacional. A principal novidade foi a entrada do jovem Foguinho. O meia de 19 anos está com moral elevado após sair do banco e marcar o gol que evitou a derrota para o Criciúma, no último sábado, em casa – 1 a 1.

Mudanças e rescisões

Foguinho entrou no lugar de Yann Rolim. Este, aliás, não joga mais pelo Verdão. O clube comunicou no fim da tarde de ontem a rescisão contratual do meio-campista. Desde julho de 2018 na agremiação, ele teve o seu vínculo renovado em dezembro de 2019 até o fim de 2020, mesmo sem ter aprovado. Quem também saiu foi o lateral esquerdo Vinícius Freitas, que chegou no início de 2018, jamais se firmou e também tinha acordo até dezembro de 2021.

Outra mudança é no ataque. Com lesão grau 2 na coxa esquerda, o centroavante Anselmo Ramon está fora da partida e será substituído pelo contestado Aylon. Outra opção seria Alan Grafite, revelado pelas categorias de base. Umberto ainda mexeu na zaga durante a atividade desta segunda: tirou Joílson e colocou Kadú. Ele vai manter o esquema 4-3-3 utilizado em vários jogos por Hemerson Maria, demitido no domingo (16).


"A gente sabe a importância do jogo (Copa do Brasil). É eliminatório, então é uma final. Vamos em busca da vitória. Urgente é passar de fase. Não conquistará a vaga indo de qualquer maneira"Umberto Louzer, novo técnico da Chape.


Provável time

A Chape deve começar diante do Boavista, finalista da Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca), com Tiepo; Marcos Vinícius, Joílson (Kadú), Derlan e Alan Ruschel; Anderson Leite, Vini Locatelli e Foguinho; Ari Moura, Aylon e Renato. O último treino será na tarde desta terça (17), no CT do Fluminense, no Rio.

Também viajaram no começo da noite desta segunda o goleiro Elias, o zagueiro Hiago, o lateral direito Matheus Ribeiro, os volantes Guedes e Tharlis, o meia Lima e os atacantes Alan Grafite e Paulinho Moccelin. O meia Diego Torres sequer foi relacionado, sinal de que não faz mais partes dos planos do departamento de futebol. O empate serve para a Chapecoense, vantagem por estar mais bem colocada no ranking da CBF.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense dá férias aos atletas e não deverá voltar a jogar antes do dia 10 de maio
"Quarentena não é férias", diz fisiologista da Chapecoense. Atletas fazem atividades em casa
Chape publica balanço financeiro de janeiro e fevereiro: déficit chega a R$ 1,7 milhão
Técnico da Chapecoense usa quarentena para avaliar rendimento do time
Chapecoense encaminha reforços para a Série B, mas espera para bater martelo
#FiqueEmCasa. Chapecoense faz campanha de prevenção contra o novo coronavírus
Atenção, torcedor! Chapecoense suspende atendimento presencial na central do sócio
Chape suspende treinos por conta do coronavírus! Médicos do clube falam sobre o assunto
Jogadores da Chape voltam aos treinos, mas programação da semana pode ser cancelada
Chapecoense vence Tubarão, se classifica e vai enfrentar o Avaí nas quartas de final