Projeto da sede própria da Câmara de Chapecó fica pronto em novembro

Após finalização do pré-projeto, fase final será desenvolvida pela Amosc. A obra deve ser entregue até o fim de 2021

- Publicidade -
 

Bruno Pace Dori
política@diariodoiguacu.com.br

O presidente da Câmara Municipal de Chapecó, vereador Ildo Antonini (DEM), fez a entrega do pré-projeto de reforma e ampliação do prédio da nova sede do Legislativo ao prefeito Luciano Buligon (PSL). O documento será encaminhado para a Associação dos Municípios do Oeste de SC (Amosc), que desenvolverá o projeto final. A entidade tem Buligon como o seu presidente. O pré-projeto foi feito pelo setor de Obras Públicas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano.

Durante a última semana, o diretor de Obras Públicas, Darlan Russo, e o assistente de Diretoria e Gerência da Sedur, Ivan Biazus, estiveram com Antonini para explicar os últimos ajustes que foram feitos. A sede própria da Câmara Municipal será no prédio da antiga Prefeitura, na rua Marechal Floriano Peixoto, onde atualmente funciona o setor de tributos municipal. Em troca, o poder público recebeu um terreno do Poder Legislativo, localizado na avenida Nereu Ramos.

O prédio será todo revitalizado para poder dar espaço ao plenário de realização das sessões, às salas administrativas e aos gabinetes dos vereadores. Ainda, passará por algumas adequações, em especial, na área de acessibilidade, inclusive, com instalação de elevador para cadeirantes. Abrigada em um prédio alugado desde 1996, na rua Marechal Bormann, a Câmara Municipal gasta anualmente cerca de R$ 800 mil com pagamento de aluguel, condomínio e manutenção.

Antonini ressaltou que o pré-projeto para alterações e as reformas foi debatido com todos os vereadores, que apresentaram sugestões para adequações e melhorias. O presidente afirmou que a expectativa é que o projeto seja finalizado em novembro. Depois, iniciará o processo de licitação. A previsão é que a obra fique pronta no fim de 2021. O projeto não terá custo devido à parceria entre a Prefeitura de Chapecó e Amosc. A obra deve custa cerca de R$ 3,5 milhões.

Ainda durante a audiência com Buligon, realizada no gabinete do prefeito, Antonini aproveitou para falar sobre o andamento das obras, especialmente a da Praça da Família, de duplicação da avenida Leopoldo Sander e do Contorno Viário Extremo Oeste. Também, os chefes dos dois poderes conversaram sobre as principais ações para o combate à pandemia. “Mais uma vez se faz necessário que a população cumpra o decreto municipal, evitando o contágio”, comentou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Marcio Sander e Milton Hanauer são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Luciane Stobe e Nilson Carniel são oficializados candidatos a prefeita e vice de Chapecó
Cleiton Fossá e Giovanni Balen são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Dissolução da coligação entre PSL e Patriota revolta lideranças
Claudio Vignatti e Pedro Uczai são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
João Rodrigues e Itamar Agnoletto são confirmados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Adriano de Martini e Lenoir Tiecher são confirmados como candidatos em Xanxerê
Oscar Martarello concorrerá a prefeito de Xanxerê com Adenilso Biasus na condição de vice
Morre Anelsi Danielli, ex-prefeito de Vargeão
Mauro Moresco e Edimar dos Passos são candidatos em Cordilheira Alta