SC abre mais de 100 mil empresas em 2019

Somente em Chapecó foram abertas 2,7 mil empresas, estando a frente de cidades maiores e com mais habitantes

- Publicidade -
 

Santa Catarina ultrapassa a marca de 100 mil empresas abertas no Estado. Neste ano o Estado alcançou o maior saldo de negócios em atividade desde 2013. Somente em Chapecó foram abertas 2.727 empresas, estando a frente de cidades maiores e com mais habitantes. O levantamento é da Junta Comercial do Estado (Jucesc), que é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). 

>> Últimas notícias <<

“Uma economia aquecida vai gerar empregos. Por isso a nossa taxa desemprego é metade da média nacional. Essa abertura de empresas também gera arrecadação para o Governo do Estado, que pode fazer mais investimentos nas áreas de Saúde, Educação, Segurança e Infraestrutura. Colocamos a administração à disposição de todos aqueles que querem ser nossos parceiros”, ressalta o governador Carlos Moisés. 

O número de empresas abertas no Estado vem crescendo nos últimos seis anos. Em 2019, Santa Catarina alcançou em setembro a marca de 103.865 novos negócios, o que já supera o total de 2018, quando foram constituídas 86.043. São cerca de 12 mil empresas abertas por mês.

“A conjuntura econômica e a confiança do empreendedor nas ações do Governo têm motivado a formalização de novos negócios. Estamos vivenciando um ciclo altamente positivo em um Estado com DNA empreendedor, que gera mais oportunidades e desenvolvimento para Santa Catarina”, avalia o secretário da SDE, Lucas Esmeraldino.

Para o presidente da Jucesc, Juliano Chiodelli, a adoção do processo digital, que facilita a abertura de empresas, também é um dos fatores que contribui para o aumento de registros no Estado. “Com a implantação da digitalização, o tempo médio da abertura é de 42 minutos, sete dias por semana, 24 horas por dia. Uma agilidade que coloca Santa Catarina no patamar dos países de primeiro mundo”, avalia Chiodelli.

Força do interior

O levantamento também destaca o crescimento do empreendedorismo fora de Florianópolis. No interior, o aumento de novos negócios foi 30,7% maior em relação ao mesmo período do ano passado. Para o economista da SDE Paulo Zoldan, o fato de Santa Catarina ter diversos polos com características econômicas e sociais diferenciadas torna as cidades atrativas. “O Governo do Estado vem valorizando as potencialidades regionais e promovendo ações para todo o Estado, respeitando particularidades e as economias locais”, observa.

Conforme a Jucesc, cerca de 90% das novas constituições são de empresas nas cidades do interior. A diversificação desses empreendimentos pode ser observada no ranking dos 50 municípios que mais abriram empresas no Estado. Comércio, indústria e construção civil lideram entre os segmentos de abertura de negócios.


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Balcão de Empregos está com 236 vagas disponíveis em Chapecó
Em busca de solução para evitar a saída da Aurora de Xaxim
Empresas associadas da ACIC são classificadas em ranking nacional
Renovigi é eleita a Média Empresa que mais cresce no Brasil
SC fatura US$ 2 bilhões com exportação de carnes em 2019
Salão do Imóvel tem edição especial
Com novos saques, aplicativo do FGTS lidera ranking em loja virtual
MEIs de SC têm a segunda maior renda média mensal do Brasil
Caixa abre neste sábado (14) e terá horário ampliado para saques do FGTS
Perguntas e respostas: Código do Consumidor completa 29 anos