Secretário de Estado da Administração pede exoneração

Jorge Tasca era alvo do mesmo de pedido de impeachment contra o governador e a vice

- Publicidade -
 

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, pediu exoneração do cargo nesta segunda-feira (14). A solicitação foi acatada pelo governador Carlos Moisés (PSL). Com a mudança, o atual secretário adjunto, Luiz Antonio Dacol, assume a Pasta. Os atos de exoneração e de nomeação serão publicados no Diário Oficial desta segunda-feira.

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira, o governo do Estado pontuou que durante o período que Tasca esteve à frente da Secretaria de Estado da Administração, “foram conquistados avanços significativos na gestão pública, com inovação, digitalização e revisão de contratos, que resultaram em economia na ordem de R$ 360 milhões aos cofres estaduais”.

Entretanto, Tasca, assim como Moisés e a vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido), era alvo de um pedido impeachment que tramita na Assembleia Legislativa do Estado (Alesc). O motivo é a concessão de reajuste aos procuradores do Estado, visando isonomia salarial com os procuradores da Alesc, realizada por decisão administração, sem aprovação dos deputados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Marcio Sander e Milton Hanauer são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Luciane Stobe e Nilson Carniel são oficializados candidatos a prefeita e vice de Chapecó
Cleiton Fossá e Giovanni Balen são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Dissolução da coligação entre PSL e Patriota revolta lideranças
Claudio Vignatti e Pedro Uczai são oficializados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
João Rodrigues e Itamar Agnoletto são confirmados candidatos a prefeito e vice de Chapecó
Adriano de Martini e Lenoir Tiecher são confirmados como candidatos em Xanxerê
Oscar Martarello concorrerá a prefeito de Xanxerê com Adenilso Biasus na condição de vice
Morre Anelsi Danielli, ex-prefeito de Vargeão
Mauro Moresco e Edimar dos Passos são candidatos em Cordilheira Alta