Sexta-feira (13) é o último dia da campanha contra o Sarampo

Público-alvo da campanha pode procurar as unidades de saúde para atualizar seu esquema vacinal

- Publicidade -
 

Campanha de Vacinação contra o sarampo termina nesta sexta-feira (13) em todo país. Então, aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra a doença, ainda tem tempo para procurar uma unidade de saúde e atualizar seu esquema vacinal. O público-alvo da campanha são pessoas entre os seis meses de vida até os 49 anos.


Segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), até o dia 6 de março, mais de 428 mil pessoas procuraram os postos de saúde para tomar a vacina. Destas, 139,8 mil – que corresponde a 32% - precisaram tomar as doses.

 

Vacinação em Chapecó


Dados da Secretaria de Saúde de Chapecó mostram que até o dia 6 de março foram imunizadas mais de 2,7 mil pessoas contra o sarampo. O total de moradores que procuraram as unidades de saúde para verificar se estavam com as vacinas em dia foi de 13,8 mil. A cidade não teve registros de casos confirmados da doença.

 

Em Chapecó as vacinas estão disponíveis nos 26 Centros de Saúde da Família com horário de atendimento de segunda a sexta-feira das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Importante levar o cartão de vacinas para atualização e se necessário receber as doses que faltam.



Vacina segue disponível


A gerente de imunização da Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Lia Quaresma Coimbra, esclarece que, mesmo com o fim da campanha na sexta, as doses da vacina contra o sarampo continuam disponíveis nos postos de saúde de todo o estado. “Ela faz parte da rotina de vacinação e é aplicada durante todo o ano nas mais de mil salas de vacinação de Santa Catarina”.

 

Quem deve se vacinar


Bebês com seis meses de idade devem tomar a dose zero da vacina; pessoas com idade entre um e 29 anos devem comprovar duas doses ao longo da vida; e adultos com 30 e 49 anos precisam comprovar apenas uma dose. Quem comprova as doses, de acordo com a sua faixa etária, não precisa repetir a vacina.

 

Sarampo em SC


No ano de 2020, Santa Catarina confirmou 62 casos de sarampo e outros 57 permanecem em investigação ou reteste, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde. O estado vive uma situação de surto da doença.


Os municípios com casos confirmados de sarampo são: Florianópolis (25), Joinville (18), Porto União (6), Jaraguá do Sul (2), Schroeder (2), Blumenau (2), São José (2), Guaramirim (1), Três Barras (1), Videira (1), Maravilha (1) e Itá (1).


Os adultos jovens continuam entre os mais acometidos pelo sarampo no estado. Dos 62 casos confirmados este ano, 27 (43%) tinham entre 20 e 29 anos; 19 (30%) entre 15 e 19 anos; e oito (13%) entre 30 e 39 anos. As demais faixas etárias estão distribuídas em 13% do total de casos confirmados.

 

Sobre a doença


O sarampo é uma doença viral, extremamente contagiosa. O vírus se espalha facilmente pelo ar através da respiração, tosse ou espirros e pode ficar até duas horas no ambiente. Uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para uma média de 12 a 18 pessoas que nunca foram expostas ao vírus anteriormente ou que não tenham se vacinado. A única forma de se prevenir é com a vacinação.


Os principais sintomas do sarampo são: febre, tosse, coriza, aparecimento de manchas vermelhas no corpo e olhos avermelhados. “A pessoa que apresenta esses sintomas deve procurar o serviço de saúde com a máxima urgência. O sarampo pode causar complicações à saúde e, em casos mais graves, levar à morte”, esclarece Alda Rodolfo da Silva, enfermeira responsável pelo setor de imunopreveníveis da DIVE.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Sexta-feira (13) é o último dia da campanha contra o Sarampo
Confirmado o segundo caso de dengue em Chapecó
Confirmado o primeiro caso de dengue em Chapecó neste ano
Mais de mil pessoas já se vacinaram contra o Sarampo em Chapecó
Equipamento para agilizar identificação de vírus respiratórios chega a SC
SC amplia faixa etária da Campanha de Vacinação contra o sarampo
Aumento de casos de sífilis causa alerta no Brasil
Dicas saudáveis e criativas para a lancheira da garotada
Santa Catarina descarta casos suspeitos do coronavírus
Unimed Chapecó divulga nota de informação sobre o coronavírus