Valeu, Verdão! Chape vence Figueira e vai para a quarta final consecutiva no Catarinense

Adversário da final será o Avaí, em Florianópolis, no próximo domingo (21)

- Publicidade -
 

Pelo quarto ano consecutivo, a Chapecoense vai decidir o título do Campeonato Catarinense de Futebol. O clube do Oeste venceu o Figueirense por 1 a 0, na tarde deste domingo (14), na Arena Condá. A equipe verde-branca eliminou o seu carrasco na final da edição de 2018 do Estadual. Na decisão, o rival será o Avaí, em Florianópolis.

Chapecoense e Figueirense optaram por propostas conservadoras. Por consequência, poucas chances de gol foram criadas. Mesmo em casa, o Verdão não partiu para a pressão. O Alvinegro especulava o jogo. Uma primeira etapa sem emoção.

Os técnicos foram obrigados a queimar alterações por lesão. Na Chape, Ney Franco precisou sacar Victor Andrade logo aos 11 minutos. A vaga foi preenchida por Aylon. Apesar de não ser centroavante de ofício, ele ficou como referência, enquanto Everaldo acabou deslocado para a direita. Aos 37, no Figueira, saiu Juninho e entrou Jean Martim.

Ney Franco mudou o posicionamento do ataque. Everaldo voltou a atuar centralizado, e Aylon passou para o lado direito. A Chapecoense melhorou ofensivamente. Na dele, Everaldo completou de cabeça, com estilo, cruzamento de Rildo: Verdão 1 a 0, aos 14 minutos. Foi uma jogada pelo lado esquerdo.

A Chape controlou bem o confronto, sem permitir que o time da capital do Estado pressionasse. Aos 41, Tiepo, 21 anos, saiu nos pés do adversário, uma defesa para dar moral ao jovem goleiro, que também estará na meta no duelo decisivo da competição.


>>Confira o comentário do jogo no Blog Resenha Esportiva<<

>>Torcedores do Figueira zombam da tragédia da Chape<<


Verdão corre atrás do sétimo título estadual

A Chapecoense buscará o sétimo título estadual de sua história no estádio da Ressacada. O Leão da Ilha derrotou o Criciúma nos pênaltis (4 a 2), após empate por 1 a 1 no tempo normal, e jogará diante de sua torcida por ter feito melhor campanha, mas sem vantagem de resultado. A partida irá para as penalidades em caso de igualdade no placar após os 90 minutos,

O campeão será conhecido no próximo domingo (21), a partir das 16h, em uma reedição da final do Catarinão de 2017, vencida pelo Verdão. Porém, ao contrário desta temporada, naquela ocasião o regulamento determinava ida e volta. A Chape ganhou por 1 a 0, fora, perdeu pelo mesmo placar, em casa, e levou a taça por ter vantagem de resultados iguais.

O Verdão ergueu o troféu em 1977 (contra o Avaí), 1996 (Joinville), 2007 (Criciúma), 2011 (Criciúma), 2016 (Joinville) e 2017 (Avai). Foi vice em 1978 (Joinville foi campeão), 1991 (Criciúma), 1995 (Criciúma), 2009 (Avaí), 2013 (Criciúma) e 2018 (Figueirense).

 

CHAPECOENSE 1x0 FIGUEIRENSE

Chapecoense: Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Elicarlos (Amaral) e Gustavo Campanharo; Victor Andrade (Aylon), Everaldo e Rildo (Régis). Técnico: Ney Franco.

Figueirense: Denis; Alemão Teixeira, Pereira, Ruan Renato e Brunetti; Zé Antônio, Júlio Rusch e Juninho (Jean Martim); Alípio (Matheuzinho, depois João Diogo), Willian Popp e Matheus Lucas. Técnico: Hemerson Maria.

Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Alex dos Santos. VAR: Thiago Duarte Peixoto. AVAR: Carlos Berkenbrock.

Gol: Everaldo (C), aos 14 minutos do 2º tempo.

Cartões amarelos: Pereira, Brunetti e Matheus Lucas (F).

Público: 6.944 (total). Renda: R$ 118.000,00.

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC). Data: 14 de abril de 2019.

 

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

7 min – Chapecoense: Eduardo cruza com perigo da direita. A bola passa pela defesa e, por detalhes, Gum não completa. Alemão Teixeira desvia para escanteio.

16 min – Figueirense: Júlio Rusch cobra escanteio da direita, goleiro Tiepo sai sem achar nada e Matheus Lucas, livre no segundo pau, cabeceia para fora.

18 min – Chapecoense: Everaldo cruza da direita. Aylon, no meio da área, desvia de cabeça e erra o alvo. Atrás dele, sozinho, aparecia Rildo, que não alcança.

Segundo tempo

3 min – Chapecoense: Após cruzamento, a zaga se atrapalha e Aylon fica com a sobra, mas tenta dar um toque a mais e bate pressionado por Denis, para fora.

6 min – Chapecoense: Em cobrança de escanteio, Everaldo ganha a disputa pelo alto e cabeceia com firmeza. A bola vai por cima, assustando o goleiro Denis.

GOL! 14 min – Chapecoense: Rildo escapa pela esquerda, ganha da marcação, vai ao fundo e cruza na medida para Everaldo. O camisa 77 cabeceia com estilo para o fundo da rede.

26 min – Figueirense: Poucos minutos depois de sair do banco, João Diogo solta a bomba de fora da grande área. A bola vai na rede, mas pelo lado externo.

41 min – Figueirense: Lançamento perigoso para a grande área buscando Matheus Lucas. Ele fica na cara do gol, mas Tiepo sai nos pés do atacante. Bela defesa.

>>Confira mais sobre a Chapecoense<<

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Chapecoense marca no último lance e empata contra o Cruzeiro
Feminino da Chape é campeã Catarinense sub-17
Chapecoense terá três mudanças para enfrentar o Cruzeiro na Arena Condá pelo Brasileirão
Marquinhos diz que torcedor da Chape está ferido, mas o chama para a Arena: Tem que acreditar
De volta ao gol da Chape, João Ricardo fala sobre reação: Não pode passar dessa rodada
Chape perde Everaldo e Márcio Araújo contra o Cruzeiro, mas deve contar com Eduardo e Henrique Almeida
Marquinhos Santos se inspira em trabalho no Coritiba para salvar a Chapecoense no Brasileirão
Chapecoense faz promoção de ingressos para a partida contra o Cruzeiro pelo Brasileirão
Chapecoense perde mais uma, desta vez para o Fortaleza, e completa 9 jogos sem vitória
Magro sobre demissões na Chape: Não comportamos ter toda essa estrutura com o orçamento que temos